16 dezembro 2014

A difícil saga do sono das crianças

Olá a todos, como estão? Hoje eu quero escrever sobre a saga que vivi aqui em casa no primeiro ano de vida da Sophie.

Ela nunca foi uma criança que dormia sozinha sem que fosse necessário ajuda, ela nunca gostou de dormir sozinha essa é a verdade.

Desde sempre fizemos cama compartilhada aqui em casa, e querem saber, é uma delícia…

Muita gente fala que compartilhar a cama com os pais, a criança tende a ser insegura no futuro. Mas eu nunca acreditei nisso, até por experiencia própria. Eu dormi sempre com a minha mãe e nem por isso sou isso ou aquilo.

Nos primeiros 15 dias de vida, ela trocou o dia pela noite. Eu ouvi de tudo: “Deixe-a dormir no claro e com barulho”. “Ensine o que é dia: claro e barulhento. E o que é noite: Escura e silenciosa”. “Coloca pra dormir no pé da cama” (essa era a mais engraçada, sabedoria antiga, coisas de vó…) “Não deixa ela dormir muito de dia”….

Enfim, eu fiz tudo e mais um pouco, até simpatia eu fiz. Eu brinco que a cada 3 meses tínhamos a esperança de que o portal se abrisse aqui em casa rsss…. mas ele nunca se abriu até então…

Cheguei a conclusão que ela era assim. Não importa o que eu fizesse…. ela iria dormir no tempo dela.

Eu sou super contra a deixar chorar, isso vai além do que acredito em ser mãe. Eu dei pra ele tudo que podia dar de mim. EU ouvi relatos de quem fez e que realmente funcionou, que a criança aprender a dormir sozinha sem a ajuda dos pais, mas pra isso foram muitas e muitas noites de choro estridentes. Eu não consigo, acho isso cruel.

Eu nunca tive coragem. Sempre falei ao meu marido: Como você quer se lembrar das noites em que fazia ela dormir? Com saudade ou com remorso? Mas claro, isso é algo muito meu, é minha opinião. Cada um faz aquilo que acha melhor com seu filho, a verdade é que cada bebe é de um jeito. Não existe um padrão e muito menos formula….

Até seu primeiro ano de vida, ela acordava muito a noite. Muitas vezes eram 3 mamadeiras (hoje eu lembro e penso: Meu deussss rsss).

Minhas amigas me falavam: Ela não precisa mais mamar a noite, de agua, leite com mais agua do que leite…rs). Tadinha, ai ela tinha mais fome ainda, e acordava mais….

Próximo dos 10 meses, a quantidade de mamadeiras foi diminuindo (porque ela quis) e ela dormiu 6 horas seguidas (oh meu deus, só quem é mãe sabe  que isso significa) na véspera de completar 1 ano de vida.

Pensamos: Será que enfim o portal se abriu??? rsss

Durante três noites seguidas ela dormiu assim, logo depois voltou a acordar…. mas quando completou 1.5 meses as coisas melhoraram muito por aqui.

A qualidade do sono melhorou muito! Hoje com 1.9 meses ela ainda as vezes mama as 7 da manhã, mas ela se tornou dorminhoca (juro, acreditem!!!! Há uma luz do fim do túnel…. rs).

Ela dorme entre 22 e 23 horas e acorda umas 9/10 da manhã. Mesmo que ela mame as 6  da manhã, nós conseguimos dormir!!!! O que eu tiro disso: Tudo passou! Rapido demais! Se no passado eu implorava para que os dias passassem rapido, hoje o desejo que é eles passem cada vez mais devagar para que eu possa curtir cada dia mais….

Ano que vem ela vai pra escola, e nesse dia eu terei a certeza de que realmente tudo passou. Tudo foi aprendizado. E estamos prontos para as próximas fases que a vida vai nos ensinar ainda mais!

Um beijo e até a próxima!!!